Hoje é celebrado são Cirilo de Jerusalém, bispo e doutor da Igreja

Foi chamado “corajoso lutador para defender a Igreja dos hereges que negam as verdades de nossa religião”.

 

O santo nasceu perto de Jerusalém no ano 315. Segundo a tradição, foi ordenado sacerdote pelo bispo de Jerusalém são Máximo, que lhe encomendou a tarefa de instruir os catecúmenos: tarefa que realizou por muitos anos.

 

Igreja tem 19 novos beatos e sete veneráveis

No ano 348, Cirilo se tornou o novo bispo de Jerusalém por um período de 35 anos, dos quais 16 permaneceu exilado devido aos seus escritos e discursos catequéticos que continham parte dos ensinamentos e ritos da Igreja de meados do século IV.

 

Esses textos denominados “Catequeses” lhe renderam, séculos mais tarde, o título de doutor da Igreja pelo papa Leão XIII. São 18 sermões pronunciados em Jerusalém sobre penitência, pecado, batismo e Credo para instruir os recém-batizados na fé. Além disso, dão detalhes da Eucaristia, insistindo que Cristo está presente na Santa Hóstia.

 

Também descreve de modo interessante a descoberta da cruz e da rocha que fechava o Santo Sepulcro.

 

Quando regressou depois de 11 anos de seu último exílio, encontrou Jerusalém cheia de discórdia e divisões, por isso, decidiu trazer novamente ao caminho do Evangelho a seu povo, o qual tinha caído em diversas heresias.

 

Acredita-se que são Cirilo faleceu em Jerusalém no ano 386. Em 1882, o papa o declarou doutor da Igreja. Sua festa é celebrada hoje (18).

 

Fonte: acidigital

 
Indique a um amigo